Festival de Artes integradas

Posts com tag “Graveola

Graveola e o Lixo Polifônico

A banda Graveola e o Lixo Polifônico se apresenta neste sábado, 18/08, na Praça da Estação a partir das 20h.

Dentro do promissor cenário de novas bandas mineiras, o Graveola e o lixo polifônico é hoje a mais próxima de se posicionar entre as grandes da cena musical contemporânea. O grupo conta com elogiosas críticas aos seus trabalhos anteriores e um número crescente de fiéis seguidores em Belo Horizonte, diversas cidades do interior e outros estados. Composto por músicos irreverentes e atrevidos, o Graveola produz uma colagem musical instigante. Eles representam e defendem a estética do plágio e fazem humor levado a sério ao misturar o sofisticado ao popular a ponto de torná-los indistinguíveis.

Ao batizar o seu segundo disco como Eu preciso de um liquidificador, o Graveola revela mais uma vez o ímpeto da banda por misturar cada vez mais elementos em sua massa sonora. Desde o surgimento do grupo em meados de 2004, seus músicos vêm surpreendendo o eclético público que conquistam a cada apresentação com sua arte da mistura (des)pretensiosa entre o erudito, o lixo cultural, o lirismo político e a experimentação de amabilidades sonoras. A coleção de gêneros sobrepostos consegue deixar incomodados aqueles ouvintes que se esforçam em etiquetar estilos em gavetas sonoras, mas distante do desconforto estão aqueles que abrem seus ouvidos para o “Grave”.

A banda rodou o país, tocando em festivais de grande importância para a difusão da música independente. Em 2010, se aventurou pelas ruas da Europa, levando o lixo polifônico para as cidades de Lisboa, Bologna, Ferrara e Paris. Em 2011 viajou de norte a sul de Portugal numa turnê por festivais e casas de show, onde se apresentou num dos maiores eventos do verão europeu, o Festival Músicas do Mundo, em Sines, para mais de 5000 pessoas. Também em 2011, fizeram turnês pelo Nordeste e Centro-Oeste brasileiros e convidaram Jards Macalé para dividir o palco em shows do Conexão Vivo (Belo Horizonte e Salvador), que receberam elogiosos comentários da imprensa local e nacional. Em 2012 lançaram o disco no Grande Teatro do Palácio das Artes com ingressos esgotados, onde também gravaram o primeiro DVD e lançaram o clipe “Farewell Love Song”, atualmente em exibição no Canal Brasil e MTV. Em junho foram indicados para o Prêmio da Música Brasileira na categoria Melhor Grupo de Pop/Rock.

“Você que está sozinho aí / entediado com a televisão” (Blues via satélite), precisa saber que o Graveola não é um grupo estritamente musical. A agenda da banda é fortemente pautada em questões políticas e ações populares, principalmente as ligadas ao acesso aos bens culturais da cidade e à democratização do uso do espaço público. Tal posicionamento levou o grupo a escolher a Comunidade Dandara, maior ocupação urbana de Minas Gerais, que resiste há quase 3 anos ao despejo, como local para a realização do show de estréia deste novo álbum, que contou com mais de 3 mil pessoas. “É preciso desafinar o coro dos contentes. Somos corações e mentes que pulsam, sentem, fazemos parte de um mesmo lugar. Façamos!”, defende Yuri Vellasco, baterista do Graveola.

http://graveola.com.br/ Conheça:

Anúncios