Festival de Artes integradas

Sistema Nacional de Cultura – um plano para o país nascendo nas cidades

A cultura é a poupança de um país? É o recurso que sobra para investir quando as contas estão pagas?

A cultura é tudo que permeia a vida de um país e, de dez anos pra cá, mostrou-se o amálgama essencial capaz de estruturar o desenvolvimento acelerado que o Brasil vive. Para se tornar eixo fundamental e pedra filosófica do desenvolvimento social, cidadão e humano brasileiro a cultura precisa de logística, compreensão, alcance, diálogo, voz, ouvidos, recursos. O Sistema Nacional de Cultura prevê interconexão entre e com todas as cidades e poderes públicos municipais, estaduais e nacional.

Barbacena vai ficar fora dessa?

É preciso ter Fundação/Secretaria Municipal de Cultura – nós temos a FUNDAC; é preciso ter Lei/Fundo Municipal de Cultura – nós temos o fundo; é preciso criar coletivamente um calendário e planejamento para a cultura na cidade – e é esse o nosso belo e intenso desafio! Sentiu-se desafiado? Vamos realizar uma ampla mesa de debates, tendo como convidado Fred Maia – ex-assessor especial do Ministério da Cultura, poeta, articulador e grande figura do cenário cultural brasileiro, nesta quarta-feira, às 19 horas, no Auditório da FUNDAC.

Convide os amigos, os candidatos, os agentes culturais. É ano de eleição, e mais que propostas, precisamos de ação ininterrupta a favor dos sistemas Municipal e Nacional de Cultura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s