Festival de Artes integradas

Manolos Funk

O baterista, que já estava em Barbacena há duas semanas, além de tocar ajudou na pré e na produção do festival – intercâmbio proporcionado pelo Fora do Eixo e o processo colaborativo que promove vários processos de vivência. Além de toda ajuda quando Fred Berli subiu ao palco sua contribuição com o Alambique do Som ficou ainda melhor.

A banda subiu ao palco e animaram quem estava presente.  Duas músicas depois e eles já botaram o público pra cantarolar alguns trechos de suas canções. Em um dia de shows de diferentes estilos o funk também teve o seu espaço e foi super bem representado.

 

Texto: Raíssa Galvão

Fotos:  Edson Inácio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s